Aniversário

O dia do próprio aniversário é meio esquisito.
Como um presente, invento esse espaço público onde me dispo, casulo temporário, encapsulada dentro de um pseudônimo.
Minha identidade em trânsito.
Meu coração em sobressalto.
E onde estou?
Passado, presente. O instante,
fragmento que inunda a minha vida.
Público, infinitamente particular.
Não tenho a idade dos blogs, venho experimentar este temporariamente, uma espécie de observação participante para entender o que há nisso de tão fascinante.
São minhas as postagens e as visitas, serão meus, quem sabe, os comentários.

Comentários

mario disse…
mãe, você é linda!
te amo.
obrigada, querido!
é verdade que Deus é bom e minha vida está cheia de beleza: "ó pa você aí, ó".
ainda há leitores. mas, às vezes, é tão difícil um encontro satisfatório neste mundo de blogs. não? e hoje, mudou bastante essa visão do mundo bloguista?

Postagens mais visitadas