O ilusionista



O tempo varre a memória,
devastador.

O tempo desfigura imagens.
Suave ou brusco,
atenua contornos, desfaz ilusões,
deixando nua a minha recordação.

O tempo torna anônimas as marcas em minha própria face,
como se não fossem
vestígios do que vivi.
Devaneios. Foto de Mário Vítor.

Comentários

Ô,Ana...
Coisa boa é ler-te,neguinha.

E o tempo,nesse ponto,só me faz encontrar com suas linhas de incríveis interiores.

Um beijo no coração.

Postagens mais visitadas