Fresta




O esplendor deste céu e desta hora
me entra pelos olhos: água fendida
pelo sonho, réstia dilacerada
de alguma luz que se evadiu de Deus
e ficasse ardendo na ferida da súplica.

Francisco Carvalho. "Decapoema" (fragmento).
As visões do corpo. Fortaleza: Edições UFC, 1984).
Tríade brasilianis. Foto de MVítor.

Comentários

Postagens mais visitadas