quarta-feira, 26 de março de 2008

Sentimento de Minas




São Francisco de Assis


Carlos Drummond de Andrade


Senhor, não mereço isto.

Não creio em vós para vos amar.

Trouxestes-me a São Francisco

e me fazeis vosso escravo.


Não entrarei, Senhor, no templo,

seu frontispício me basta.

Vossas flores e querubins

são matéria de muito amar.


Dai-me, Senhor, a só beleza

destes ornatos. E não a alma.

Pressente-se a dor de homem,

paralela às das cinco chagas.


Mas entro e, Senhor, me perco

na rósea nave triunfal.

Por que tanto baixar o céu?

Por que esta nova cilada?


Senhor, os púlpitos mudos

entretanto me sorriem.

Mais que vossa igreja, esta

sabe a voz de me embalar.


Perdão, Senhor, por não amar-vos.

Igreja de São Francisco de Assis, em Ouro Preto, MG, tida por alguns como a obra-prima de Antonio Francisco Lisboa, o Aleijadinho.

Nenhum comentário: