domingo, 14 de dezembro de 2008

"Como se fosse o mesmo céu": Gina Leite no texto, Igor Souza e tantos outros nas ilustrações



"Amor não tem beirada, ou é abismo ou céu", diz Gina na abertura de seu livro, lançado na última sexta-feira. Muitas idéias e imagens me ocorrem a partir da leitura do primorosamente construído livro de Gina. Nelas se confundem a menininha que vi nascer e a jovem sempre tão criativa e cheia de talentos. São contos incrivelmente modernos e maduros, os que lemos aqui. Sempre repletos de sensibilidade e alvo de um trabalho experimental consciente e seguro. Sempre repletos de poesia. As ilustrações são belíssimas, e destaco o nome de Ígor porque, além de ser um artista extraordinário, é meu sobrinho de coração.

Aqui estou, pois, neste domingo, encantada com a vida e seu inesgotável poder de renovação, tomada de afeto por esses meninos queridos, filhos de meus amigos, amigos de meus filhos.


A seguir, um trecho do segundo conto, "Como se fosse o céu II", e os links para o site do livro (com informações inclusive sobre como pode ser adquirido) e para a Miniusina, fotolog de Ígor (autor do trabalho que acompanha este post).


(...) Retorno aos rascunhos que já escondem a mesa. Num sobressalto, percebo os dias repetirem tua partida em única lembrança. Reescrevo teus sinais, traço um atalho para que possa me encontrar outra vez, porém quanto mais te desenho, mais você se aproxima da irrealidade.


De que serve teu nome se nunca a alcanço? Sem nós, vivo da minha sonolência, da preguiça absurda, vivo da falta, do desconhecimento, anônimo de mim. Tudo foi escrito, mas quase nada aconteceu.


Os versos que inventei se acumulam pelos cantos, sujos, mudos, inúteis. Minhas palavras são todas de tristeza. As palavras mais belas são pássaros que desaprenderam a voar.



Sem título. Trabalho de Ígor Souza. Em Miniusina: http://www.fotolog.com/igorsouza/

3 comentários:

Janaina Amado disse...

Ótimo saber de bons livros. Vou atrás.

Pavitra disse...


vc deixou o gostinho de quero mais em mim.
já cliquei no link para ler a gina... :)

"Amor não tem beirada, ou é abismo ou céu"

a abertura, sozinha, já me cativou!

Sílvia Câmara disse...

Ana, querida,
Tão bom saber de novos talentos.
Parabéns por compartilhar conosco.
um beijo e um natal bem bacana