sábado, 20 de dezembro de 2008

Feliz Natal!


O Rei sem manto e sem jóias,
nu como folha de erva,
distribui riquezas não tituladas.
Oferece a transparência
da alma liberta de cuidados vis.
As coisas já não são as antigas coisas
de perecível beleza
e o homem não é mais cativo de sua sombra.
A limitação dos seres foi vencida
por uma alegria não censurada,
graça de reinventar a Terra,
antes castigo e exílio,
hoje flecha em direção infinita.

O Rei Menino, de Carlos Drummond de Andrade, em Farewell (fragmento).

Desejamos a você um Feliz Natal e um 2009 cheio de paz, saúde e bem-querer.

Ana Cecília, Virgílio, Vítor e Ana Clara.

6 comentários:

Pavitra disse...


feliz natal pra vc tbm, minha querida!

viajo e voltarei em 2009!

então aproveito para desejar um ano melhor para nós todos, né?

e que tenhamos tempo de sobra para o tempo que não é dinheiro, mas arte!

e sejamos felizes por existirmos!

beijos, ana!

denise disse...

este casulo está cada vez mais lindo!
beleza pura em palavras e fotografias.
obrigada ana e mario vítor!
beijos e boas festas, denise.

Cosmunicando disse...

lindo esse poema, Ana... eu não o conhecia.
Um ótimo natal pra você e sua família, tudo de bom em 2009!!
Que possamos renovar nossos laços e continuar trocando poesia.
beijos

Janaina Amado disse...

Feliz Natal para você e sua família também, foi ótimo entrar em e-contato com você este ano!

Miguel Barroso disse...

Bom Natal!


Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

Mariana disse...

Ana, querida!

Feliz Natal pra ti!
Conhecer você foi um dos presentes de 2008.

Que em 2009 haja grandes presentes pra todos nós.

beijos