Que coisa é essa que é um blog?




No começo, perguntava-me que coisa é essa que é um blog.
Queria saber que possibilidade era esta, de escrever ao vivo e no instante. De que era feita essa transparência, essa conexão com o tempo, esse faceless face-to-face.

Fui escrevendo: fragmentos, registros, gatos e bugalhos. Às vezes ali mesmo, uma quase crônica, às vezes material não editado, coisas guardadas, ou mesmo já publicadas, de que algo me fazia lembrar naquele momento exato. Por vezes uma "blog-episteme": de que natureza é esta coisa em fluxo, temporária, fragmentada, justaposta, pós-moderna?

Vieram poemas que li e amei. Ficavam reverberando em mim e, portanto, tinha a urgência de postar. Há também uma ou outra canção ouvida no rádio.

Vieram as fotos de Mário Vítor, e a experiência do texto que tantas vezes vinha por elas, interativo. Os desenhos de Ígor, mais tarde.

E os amigos, tantos! As páginas abertas e as fronteiras tão facilmente ultrapassadas, o mundo todo é aqui, o melhor lugar é ser feliz. Muitos presentes ganhei nessa partilha de palavras e identidades. E assim foi crescendo a lista dos "sítios lindos de ver e ler", que visito sempre, mesmo quando não tenho tempo de comentar.

E aquela necessidade de definir o que é um blog?

Passou. Completamente!


Prisioneiro do tempo. Foto de MVítor.

Comentários

Raiça Bomfim disse…
Que bom que você está aqui.
Bel disse…
Abraço o seu blog, Ana, com um laço de fita recortado no tempo. Parabéns!
lfcalaca disse…
Com um tempo a gente se acostuma a ele, né Ana, e passa a ser nossa caixinha de lembranças, pensamentos, sentimentos, sensações... que a gente guarda como relíquia.

E acaba não sendo preciso definí-lo nem compreendê-lo mesmo. Ele é o que é.

Onde pequenas fantasias são gestadas.

Abração,

Luiz
Janaina Amado disse…
Ah que delícia de texto, sinto tantas dessas coisas também! Ainda na constante descoberta da blogosfera, retornei aos blogs, não sem passar por aqui para um abraço. Acho que para um cafezinho, também.
Thalita, disse…
Que bom que você está aqui. ²
Maria Muadiê disse…
adoro trocar com vc.
beijo
Cosmunicando disse…
o que é um blog?
talvez pedaços de nós.
lindo texto, Ana. Linda você.
beijos
isabela disse…
Ana!!! Que Deus lindo é esse que fez você???
Que sensibilidade e expressividade são essas que brotam de você nesse eterno rio que corre sempre em direção ao mar??
Renata disse…
Que lindo Ana!
agora fiquei até com, vontade de ter um blog tb!
; )

Postagens mais visitadas