quinta-feira, 11 de novembro de 2010

De Hilda Hilst

Essa lua enlutada, esse desassossego
A convulsão de dentro, ilharga
Dentro da solidão, corpo morrendo
Tudo isso te devo.


Hilda Hilst. Em: Do Amor.

Nenhum comentário: