O presépio mais lindo

Uma vez perguntei: a que horas da vida há este sorriso nos olhos dos filhos? Agora sei: nas horas em que deixamos cair o que nos cega e reconhecemos o amor entre nós.

Na hora de Mariana, amor em ciranda.

Ontem era noite de Natal e fizemos ciranda, quatro gerações, em torno do presépio vivo. As palavras sendo ditas eram lindas. O silêncio dizia mais ainda, do puro encantamento de estar ali, a contemplar. Enternecimento, lágrimas. Olhos que brilhavam e sorriam e se sabiam pertencentes.

Assim renasceu o Menino Jesus em nosso presépio vivo.

Bem assim, no meio do que há de mais precioso, e cotidiano, e vivo, ele habitou entre nós.

Comentários

Renata Moreira disse…
Coisa mais linda do mundo: amor em família!

Postagens mais visitadas