quinta-feira, 25 de abril de 2013

Onírico em abril



Sonhei estas palavras:

O mosaico do dia faz quebra-cabeças em mim.
Mas o sangue que sinto nas veias
tem gosto de manhã que nasce,
de pele de irmãos n’alma.

Poema de janeiro

Poema de janeiro para Eulina Lordelo e Antonio Virgílio Bastos Atravessamos a estrada envoltos numa nuvem de borboletas amarelinhas. N...